Análise – Batman Planetary

Batman Adam WestMais uma análise de HQ para vocês! Dessa vez uma HQ  do nosso querido morcegão, uma não muito conhecida (e com razões para essa pouca familiaridade). Quando uma obra tem sucesso, na maioria das vezes, destaca mais o roteiro do que a arte, apesar de um ser tão importante quanto o outro. Batman Planetary é o inverso disso. É o exemplo claro de quando a arte do ilustrador impressiona muito mais do que o roteiro do autor.

Eu, particularmente, não gostei muito do quadrinho e o grande responsável por essa minha insatisfação foi o roteiro de Warren Ellis que antes de tudo é um grande escritor. Foi o autor de Homem de Ferro: Extremis e diversas edições de Avante, Vingadores! e Universo Marvel, porém achei o roteiro um pouco sem sal. Só teve um momento que me agradou e esse agrado foi contribuído pela arte de John Cassaday.

Batman Detective ComicsA ideia de criar um vilão com a capacidade de mudar a realidade e, assim, mostrar as diversas versões do Homem-Morcego foi uma grande aposta. O design de Cassaday foi fundamental para um bom final de história depois de um início parado e sem graça. Para quem é fã incondicional do Batman é um boa HQ para se ter na coleção pois é mostrado na obra desde o Batman de Adam West até o de Cavaleiro das Trevas, entre outros. Para quem gosta muito de uma história bem desenvolvida, ação, cenas épicas, não é nem de longe a melhor opção até porque a história é bem curta.

Para vocês terem uma ideia, a HQ tem 100 páginas e a história acaba na página 56, o resto é a história no formato de roteiro, algo que muita gente nem lê. Acredito que a função mesmo de Batman Planetary era mostra/lembrar das diversas versões que o Batman teve até chegar na atual. É bem fácil encontrar a HQ para comprar e o preço é bem acessível, podendo custar entre 10 e 15 reais, ou até menos, dependendo do desconto do site/loja.

Batman Cavaleiro das Trevas

Então é isso galera. Espero que tenham gostado da análise, deixo aqui a sinopse da HQ:

Um assassino está à solta no Beco do Crime e a organização Planetary foi chamada a Gotham para encontrá-lo, pois na Terra deles não existe Batman para proteger a cidade. Existem apenas Elijah Snow, Jakita Wagner e o Baterista para impedir que um lunático com um campo de distorção da realidade deixe uma trilha de corpos pelas ruas. Enquanto o assassino reescreve a realidade aleatoriamente, Gotham muda e o Batman surge no meio da noite. Mas, assim como a cidade, o Cavaleiro das Trevas também parece diferente e a única constante em seu comportamento é a necessidade de levar o criminoso à justiça, o que significa manter o Planetary longe dele!


INFORMAÇÕES

Título: Batman Planetary
Gênero: Ação/Aventura
Editora: DC Comics/ Panini Comics (no Brasil)
Autor: Warren Ellis
Ilustrador: John Cassaday
Número de páginas: 100 páginas

Compartilhe este post:

Leo Valentini

Olá Invasor! Você já segui o Invader nas redes-sociais? É tudo @canalinvader